segunda-feira, 25 de julho de 2011

A VOLTA POR CIMA DE CIELO

Em 23s10, Cesar Cielo despejou na água o que guardava trancado a sete chaves há um mês. A vitória na final dos 50m borboleta no Mundial de Xangai, nesta segunda-feira, fez o campeão olímpico desabar em lágrimas. Elas lavaram o rosto e alma do nadador, que viu seu nome envolvido em caso de doping. Absolvido pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) e agora com a medalha de ouro no peito, ele ainda enfrenta a resistência de alguns rivais – o queniano Jason Dunford, que nadou a prova na raia 6, fez sinal de negativo após o ouro brasileiro e ganhou apoio do sul-africano Roland Schoeman, campeão olímpico em Atenas-2004.

Nenhum comentário:

Postar um comentário